Detalhes de Cases

Grupo Bridge é parceiro do Bradesco para estimular a Criatividade
2 de fevereiro de 2018 | Grupo Bridge

Grupo Bridge é parceiro do Bradesco para estimular a Criatividade em mais de 2,5 mil colaboradores

 

Os temas ‘Comportamento Criativo’ e ‘Criatividade no Mundo Digital’ são ministrados pela Bridge na UniBrad, Universidade Corporativa do Bradesco e o impacto de seus resultados viram notícia de jornal.

 

O Bradesco é cliente do Grupo Bridge desde 2015, quando a consultoria passou a apoiar a instituição desenvolvendo os cursos ‘Comportamento Criativo’ e ‘Criatividade no Mundo Digital’ para fazerem parte da grade da UniBrad, reconhecida como a melhor universidade corporativa do mundo pelo GlobalCCU Awards 2017. Até o final de 2017, mais de 2.500 colaboradores do Bradesco em mais de 150 turmas já haviam sido capacitados nos temas, dentro da Escola de Inteligência de Negócios. “Temos o Grupo Bridge como parceiro, pois entendemos que ele contribui para algumas das missões da UniBrad como disseminar a cultura de inovação para a organização e trabalhar duas competências organizacionais: Visão Globalizada e Criatividade. Além do desenvolvimento de disciplinas para os colaboradores, traz também para a gente repertório e estímulos através de eventos de inspiração como, por exemplo, o IBEX (Innovation Bridge Experience), fóruns para dialogar o tema ‘O Melhor da Inovação’, além do constante contato da empresa nos atualizando sobre os cursos que temos dentro de nosso catálogo”, explica Carolina Veronica dos Santos Silveira, especialista em TICs na Educação e Design Instrucional e Analista de Treinamento do Bradesco.

 

O curso Comportamento Criativo trabalha a Confiança Criativa, o primeiro de uma trilha de cursos de Criatividade e Inovação do Bradesco no qual, durante um dia, o funcionário passa por vivências e atividades que trazem à consciência conceitos como confiança (em si mesmo e nos outros), autorreflexão sobre as próprias fortalezas, compartilhamento de reflexões em grupo, levantamento de problemas e geração de ideias, dramatização, coconstrução e discussão sobre o significado desses aprendizados. “Percebemos que essa experiência possibilita que os funcionários revejam suas ações e repensem seu modo de trabalhar e entregar valor dentro da organização, acreditando mais em si mesmos e em sua capacidade de realizar a mudança”, comenta Celso Braga, sócio-diretor do Grupo Bridge.

 

Em 2017, a consultoria Bridge promoveu um encontro com a UniBrad a fim de pensar em novas possibilidades, refletir sobre tendências e novidades, compartilhar sugestões e promover a coconstrução de novas soluções. Por estes motivos, a instituição entende que o Grupo Bridge é uma empresa parceira, sempre disposta a trazer novos conhecimentos, ampliar o repertório, além de promover discussões com outras empresas e pessoas acerca de assuntos de colaboração e sustentabilidade. “O Grupo Bridge está sempre próximo e preocupado com o sucesso do Bradesco, tendo em todos os anos a preocupação de avaliar sua performance para oferecer o melhor para nossos projetos”, comenta Carolina.

 

Comportamento Criativo fomentou uma visão de futuro no Bradesco

 

De acordo com Carolina, o tema Comportamento Criativo foi trabalhado justamente num momento onde o Bradesco estava reestruturando a estratégia da Escola, no caso, Inteligência de Negócios, a fim de redefinir, segundo o mercado, o conceito de criatividade e inovação. Então, foi por meio da visão de referências do Grupo Bridge em grandes nomes como Maturana, Moreno e Paulo Freire, que o Bradesco fomentou a visão de futuro com base na premissa de que a criatividade é externada pela Confiança Criativa. Foi então que o curso ‘Comportamento Criativo’ foi construído e passou a ser disponibilizado, de forma abrangente, a colaboradores de diversas áreas do Bradesco. “A ideia era sair do conceito de que a criatividade era a habilidade de improvisar, para realmente seguir o que temos como conceito de competência organizacional, sendo Criatividade a ‘capacidade de perceber, analisar e rever um fato, um conceito, um serviço ou um ponto de vista novo. Capacidade de explorar novas ideias para solucionar problemas, aperfeiçoar processos e manter ativos a imaginação, a intuição e o espírito de originalidade’. Para que seja evidenciada a criatividade, deve haver autoconfiança”, explica Carolina.

Ainda, segundo Celso Braga do Grupo Bridge, para que seja possível olhar para o novo e externar as próprias ideias, é necessário que a pessoa conheça seu potencial e tenha a coragem de dar novas ideias, opinar, argumentar e defender seu ponto de vista baseado em suas experiências, visão de mercado e propósito de fazer acontecer dentro da organização.

 

Criatividade no Mundo Digital para transformação do Mindset

 

O curso Criatividade no Mundo Digital, destinado aos Gerentes de Relacionamento Digital do Bradesco, foi demandado na época em que a Escola Digital surgiu e era necessário desenvolver uma série de competências e conceitos para a transformação de Mindset, do Operacional para o Digital. Por isso, foi apresentada uma solução com o objetivo de estimular, nos gerentes de contas, a criatividade, fortalecendo sua espontaneidade para darem novas respostas dentro do cenário de relacionamento virtual com clientes, até então, novo para eles.  “A criatividade é a forma mais desenvolvida da espontaneidade do ser humano no desempenho de um papel. É justamente dentro dessa premissa que o curso foi desenhado a fim de conscientizar os funcionários sobre como funcionam as novas trocas e os novos relacionamentos com clientes, por meio do universo digital com novos apps, menos agências físicas e com a necessidade de dar respostas mais rápidas e reais para ser a primeira opção de banco dos clientes. Nessa solução, entendemos que a criatividade trabalhada é justamente dentro da mudança de comportamento que precisávamos para esse grupo, de estar mais antenado e respondendo às necessidades de mercado”, afirma Carolina.

 

A UniBrad observa o tema ‘Comportamento Criativo’ como um viés mais generalista de trabalhar a criatividade dentro da Competência Organizacional para que o funcionário possa crescer dentro de sua carreira com confiança, espontaneidade e coragem para assumir novos desafios e dar novas respostas. Já o tema ‘Criatividade no Mundo Digital’, é necessário dentro do contexto de atendimento e relacionamento com cliente, compreendendo que o mundo e as relações estão mudando e que os clientes querem respostas mais rápidas: eles sabem de seus direitos, querem um relacionamento fluido, em tempo real e preciso. “Os clientes têm o universo de escolha dentro de seu celular, acessam a tudo em um toque. Ao mesmo tempo, em um toque, eles podem optar por outros fornecedores. Desse modo, é necessário mudar a postura frente a esse cenário para garantir que sejamos o banco número um de nossos clientes”, conclui Carolina.

 

O impacto das iniciativas de inovação implantadas pelo Bradesco e conduzidas pelo Grupo Bridge foi reconhecido como case de sucesso pelo mercado e você pode encontrar mais informações e depoimentos de participante acessando a matéria do ESTADÃO, clicando aqui, e também a do COMPUTERWORLD, clicando aqui.


Bridge 2018 © Todos os Direitos Reservados - Designed by Centersite